domingo, 23 de agosto de 2015

Daquilo que eu sei e que o mundo inteiro sabe: Do meu amor incondicional e de minha admiração pela minha flor, Anália Dantas.

Foto: Ricardo Pereira

Ela me surpreende e me encanta sempre mais, me fala de coisas que me faz voltar ao tempo que ficou bem lá atrás, quando eu tinha a idade dela, e que tenho consciência de que não fui para minha mãe essa filha que a minha é para mim, ou seja, causei muito sofrimento a minha, fui absolutamente 'absoluta', não lhe dei ouvidos, a fiz chorar tantas vezes, que olhando para trás e lembrando do quanto fui amada por ela, chega a doer profundamente em 'minh'alma' certas lembranças. 

Mas a amei tal qual minha filha me ama, e isso de certa forma me conforta, mas tenho certeza de que eu morreria 'de uma hora para outra' se minha princesa tão adorada saísse de casa escondida, batesse a porta e fosse para uma balada sem minha autorização, eu não suportaria se de uma hora para outra ela largasse a faculdade para 'viver uma aventura', eu choraria um 'mar inteiro' se ela me colocasse em segundo plano, mesmo que fosse de forma inconsciente. Mas não, desconheço por parte dela qualquer tipo de atitude dessas citadas, minha filha é a mais linda inspiração de amor que Deus colocou em minha vida. 

Surpreendente, linda, obediente, 'pé no chão', mágica, uma verdadeira chuva de bênçãos do Senhor. Concluindo o 6º período de Enfermagem, Anália é verdadeiramente focada em seus objetivos, faz planos para o futuro profissional, realmente, meu Deus, eu quero te agradecer sempre mais por tantas alegrias que esse sorriso lindo aí da foto feita ontem, 22, pelo meu amigo fotografo Ricardo Pereira, me trás todo 'santo dia'. Já faz parte do meu dia a dia escrever sobre esse amor tão incondicionalmente incondicional, mas ontem à noite quando deitamos para dormir, ela me falou de um projeto novo em sua vida, e eu não poderia jamais deixar de registrar esse momento. 

Não é nada tão extraordinário de 'outro mundo', mas para mim tudo que se refere a ela é especial. Não vou falar do que se trata, deixar para outro dia, saborear aqui comigo mesma essa delicia de alegria. Só digo o seguinte, não conheço nesse mundo ninguém igual a minha Anália, mas claro que respeito e acredito que existem mães que desfrutam da felicidade de ter em suas vidas uma Anália tal qual a minha. 

Mas acontece que a minha é única para mim, e que por tudo que ela me faz eu estou aqui viva, bem viva... Com uma fé que se renova a cada minuto de minha vida, cheia de coragem para encarar esse novo dia, certa de que cada instante vale a pena, porque não importa as adversidades, VIVER é tudo que mais vale a pena nessa vida, por isso vou ali vestir a minha roupa da VIDA, e sair por aí VIVENDO! Por Rosângela Cunha, via Facebook.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

# Compartilhar

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Seguidores

Tenho anjos no céu.

Tenho anjos no céu.

Facebook

Indique o nosso site!


Arquivo do blog

Copyright © Rosângela Cunha | Traduzido Por: Yago Design - Galera Na Mídia