segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Uma carta para minha mãe solteira, por Sarah Santos.

Todos os contos de fada contam com uma princesa e um príncipe, uma história de amor e o esperado final feliz. Nossa história é alternativa! O galã se tornou sapo logo após o beijo, e tomou o papel de vilão. A mocinha sentiu-se desolada… O que faria sem o seu amor? E para o segundo capítulo, surgiu a mais sublime forma de afeto.

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. O amor nunca perece. E nenhum príncipe é digno de nos oferecer isso. O escritor desse conto retirou um pedacinho seu para que eu existisse, para dar alegria a sua vida e ser o sentido da minha. Pergunto-me como o acaso te fez ser minha genitora.

A senhora me fez passarinho. Guardou-me por nove meses para que eu nascesse sadia, construiu nosso ninho com cuidado, saía em buscas intermináveis para me dar alimento. Me ensinou a andar, me ensinou a falar, me ensinou pentear os cabelos e calçar sapatos. Me acolheu nas noites de frio e afastou todos os meus medos infantis… E assim se deu início ao romance mais bonito.

Obrigada por ter ficado durante aquelas noites de febre, mãe. Obrigada pelo nome e sobrenome, pelo abrigo e o laço indestrutível que cultivamos. Obrigada por ter aberto mão das noites de curtição e enfrentado o mundo de mãos dadas comigo. Devo a ti quem eu sou e tudo o que aprendi. Lhe devo meu caráter irrevogável, minha marra e minha força.

Uma sociedade machista e sexista nunca vai entender as entrelinhas dessa história. Te chamaram de vadia, irresponsável, perguntavam se na hora que fez tava gostoso… Mas o vilão sequer foi questionado por sua negligência. Deixa mãe, eles nunca compreenderiam um amor tão grande. Eles não tem capacidade para ler nossas páginas coloridas e fora do padrão. Esse não é um livro sobre duas princesas indefesas, as protagonistas aqui são guerreiras destemidas. É sempre uma honra dividir os holofotes contigo!
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

# Compartilhar

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

.

.
.

Transparência

Transparência
Pelo Bem do RN

Total de visualizações

Seguidores

Tenho anjos no céu.

Tenho anjos no céu.

Somente!

Somente!

Facebook

Estou no PENSADOR

Indique o nosso site!


Arquivo do blog

Copyright © Rosângela Cunha | Traduzido Por: Yago Design - Galera Na Mídia