sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Por ser gay eu fui embora e eu não voltarei mais, cuidem do meu corpo, façam justiça para que eu descanse em paz. Por Igor Ruzo, via Facebook

❝Por ser gay eu fui traído por aqueles que disseram ser minha família. Por ser gay eu fui odiado até o último momento de vida. Por ser gay eu não fui um bom filho, é o que a mamãe sempre dizia. 

Por ser gay eu lutei contra todos os estigmas. Por ser gay eu rejeitei opiniões alheias ao meu respeito. Por ser gay em algum momento, em vida, eu revidei os tapas, os insultos, as críticas. 

Por ser gay me tiraram a vida, me afastaram dos meus sonhos, me roubaram dos meus amigos. Por ser gay esvaziaram minha cesta de sorrisos e aqueles que precisavam das minhas gargalhadas hoje estão chorando sentindo minha falta. 

Por ser gay minha mãe me deu uma facada, me viu morrer, me viu sangrar enquanto meu corpo agonizava. Por ser gay meu padrasto me arrastou até um canavial, me ateou fogo, tentou se livrar dos meus restos mortais. 

Por ser gay eu deixei o mundo mais cedo, nunca terei a chance de ir a lugares que eu não conheço. Por ser gay eu fui uma vítima, eu tive meus motivos para lutar, não fui santo, mas não mereci sentir o meu corpo a queimar. 

Por ser gay eu não serei o último, depois de mim muitos como eu serão ceifados. Por serem gays eles serão sequestrados, atacados, queimados, talvez esquartejados. Por serem gays, na maioria das vezes, eles não terão ninguém ao lado. Por sermos gays, entenda uma coisa, estamos sendo mortos e ninguém está fazendo nada. 

Por ser gay eu fui embora e eu não voltarei mais, cuidem do meu corpo, façam justiça para que eu descanse em paz.❞ Por Igor Ruzo, via Facebook

— Em memória de Itaberlly Lozano,  Assassinado pela Mãe. Carbonizado pelo Padrasto.

Autor do texto, Igor Ruzo
Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

# Compartilhar

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Seguidores

Tenho anjos no céu.

Tenho anjos no céu.

Facebook

Indique o nosso site!


Arquivo do blog

Copyright © Rosângela Cunha | Traduzido Por: Yago Design - Galera Na Mídia