sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

TEXTO de Victor Fernandes, via Facebook: Precisamos falar sobre depressão. Não pode ser um tabu. Não pode ser rotina perder pessoas brilhantes para ela. 😢

Ei, você aí... Você mesmo!

Olha só, eu sei o que você está passando. Eu já estive aí, eu lembro!

Não vou falar pra você parar de frescura, levantar essa bunda da cama e ir ocupar a cabeça.

Não vou falar que você não pode se sentir assim porque você tem tanta coisa boa na sua vida e você tem mais é que ser grato por isso.

Você tem sim o direito de se sentir assim! Você é um ser humano, você nasceu para SENTIR! Faz parte da sua natureza.

Você não precisa ser forte, ser uma rocha. Ninguém precisa ser forte quando está com dor. Você pode chorar! Chore! Sinta!

Você não precisa ter vergonha do que te deixa triste. Não precisa se comparar com outras pessoas que não se abalam com isso. Só você sabe o que você sente, ninguém mais. Cada um carrega a cruz que suporta. Eu sei que você não faz isso só para chamar atenção.

Eu sei que agora a dor parece ser insuportável. Eu sei que parece que ela não vai passar. Que você fica inquieto com isso. Não consegue dormir, não consegue acordar. E às vezes parece que a única solução seria tomar uma atitude definitiva, porque, vamos combinar neh... Mesmo que um dia passe, imaginar a possibilidade de sentir essa dor de novo algum dia parece inaceitável!

Mas, olha... Falando daqui agora, falando do futuro... Ela passa sim. E, cara... Faz tempo que ela não volta hein... Ufa! 


Nenhuma situação é interminável. É por isso que a gente chama de “situação”. Existe solução, existe saída. Calma!


Você não sabe quanta coisa boa vem pela frente. Quantas conquistas você vai conseguir. Quantas pessoas inesquecíveis você vai conhecer. O quanto vai parecer pequeno e distante isso pelo que você está passando agora. Vai chegar um tempo em que você vai lembrar das noites em que você rezava pedindo pelas coisas que tem agora.

Você ainda pode voltar a ser aquela pessoa que faz os outros rirem, que chega pra trabalhar sorrindo, que se empolga em estudar, em se esforçar pra dar o seu melhor! Você vai ver, daqui a uns anos você não vai nem se reconhecer como você é agora.

Você não é dispensável. O mundo não seria melhor sem você. Sua família e seus amigos se importam sim com você. Eu sei que é difícil perceber isso agora, mas você chega lá. Tente não afastá-los, tente não se isolar completamente. Se você ta precisando ficar sozinho agora, pensar um pouco, diga isso a eles. Eles vão entender.

Mas saiba que sempre vai ser melhor se você conversar com alguém em quem você confia (mesmo que não confie agora, já confiou algum dia). Você vai descobrir como as pessoas do seu convívio têm qualidades que você nem imagina. Vai perceber que existe, sim, alguém que consiga te ouvir e te entender, sem te julgar. Vai descobrir que você não é o único que está passando por problemas. Vai descobrir que você não precisa passar por isso sozinho, que pode receber ajuda e até também ajudar!
Um futuro te espera.

Eita, veio “textão”, hein! Mas se eu pudesse voltar no tempo agora e conversar com o meu “eu” de 5 anos atrás, seria isso que eu falaria. Talvez eu precisasse ouvir algo parecido na época. Se eu pudesse voltar no tempo e conversar com você ontem, Lígia Alves, seria isso que eu falaria. 

Talvez você precisasse ouvir algo parecido ontem. Talvez alguém por aí que a gente nem imagina esteja precisando ouvir algo parecido hoje. Não sei o tamanho da cruz que você estava carregando, mas hoje eu gostaria que eu pudesse ter carregado um lado junto com você, pra no caminho te falar sobre a minha experiência com minha própria cruz...

Precisamos falar sobre depressão. Não pode ser um tabu. Não pode ser rotina perder pessoas brilhantes para ela. Acontece quando menos se espera, com quem menos espera. Acontece mesmo! Não é frescura! Não é só para chamar atenção! Não é fraqueza! Não é falta de Deus!

Não julgue, não subestime, não menospreze. Não é disso que ele (a) ou você mesmo precisa.

Procure ajuda, pra você mesmo ou pra alguém que você ama que esteja passando por isso, porque tem jeito!

Obrigado à minha família e aos meus amigos, por não me deixarem desistir e por terem me ajudado a me ajudar!

Victor Fernandes


Ex-paciente psiquiátrico. Ex-portador de Episódio Depressivo Maior.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

# Compartilhar

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Jegue Folia


Seguidores

Copyright © Rosângela Cunha | Traduzido Por: Yago Design - Galera Na Mídia