domingo, 4 de novembro de 2018

Piada com atrasados do Enem pode configurar linchamento virtual, diz especialista

Com mais de 5,5 milhões de candidatos inscritos, a edição 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa neste domingo (4) mesmo dia da mudança do horário de verão. Isso fez o Ministério da Educação intensificar os alertas para evitar atrasos entre os candidatos.  

Quem não entrar no local de provas até as 13h do horário de Brasília – por desatenção ou um imprevisto – vai perder a prova e o ano de estudos. Mas os internautas que se aproveitarem desse descuido para espalhar mensagens difamatórias pelas redes sociais, além de desrespeitarem os candidatos, correm o risco até de serem acionado judicialmente em um processo, segundo explicou ao G1 Luciene Regina Paulino Tognetta, professora da Universidade Estadual Paulista (Unesp).  

Em 2017, o estudante Pedro Cunha, de 21 anos, acabou virando parte involuntária da zombaria virtual. Aluno do Cursinho da Poli, em São Paulo, ele chegou a tempo em seu local de provas no Enem do ano passado, mas só quando estava lá percebeu que havia esquecido o RG em casa.  

Ele acabou não conseguindo buscar o documento a tempo e, por isso, ficou de fora do exame.  A notícia, no seu caso, não viralizou, e apenas seus pais e colegas de cursinho ficaram sabendo de seu erro. O estudante, porém, disse que não escapou das broncas dos pais – que considera justas.  

G1
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

# Compartilhar

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Jegue Folia


Seguidores

Copyright © Rosângela Cunha | Traduzido Por: Yago Design - Galera Na Mídia