sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Secretário de Agricultura do RN, Guilherme Saldanha, anuncia entrega de 350 toneladas de sementes a 52 mil agricultores do RN

O secretário estadual de Agricultura, Guilherme Saldanha, garantiu que, a partir de 15 de fevereiro, 350 toneladas de sementes de milho, feijão e sorvo serão distribuídas a 52 mil agricultores na região do Mato Grande e no Alto-Oeste, onde os agricultores serão contemplados com o arroz vermelho. 


Segundo Saldanha, este ano será marcado por diálogo ainda maior com setor produtivo de todo o Estado. Ele disse ainda que estudos feitos pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) mostram que haverá mais precipitações pluviométricas e que o estado de seca agravado nos últimos sete anos deverá ser amenizado.  

Saldanha apontou, ainda, a aprovação da lei dos queijos artesanais como uma grande vitória para o setor primário potiguar, principalmente porque as empresas diminuíram os custos para garantir o selo que garante comercialização. Antes da lei, esse custo girava em torno de R$ 500 mil e agora está em apenas R$ 30 mil. 

“Agora será a vez da carne ter este selo que garante a comercialização. Estamos trabalhando para isso”, acrescentou Saldanha, que participou do programa A Hora é Agora/Primando pela Verdade  apresentado por Renato Dantas, na rádio Agora FM (97,9).  

Outra novidade anunciada pelo secretário de Agricultura está relacionada ao algodão colorido, que tem um valor de mercado sete vezes maior que o tradicional. De acordo com Guilherme Saldanha, este algodão – com tingimento natural e, que, não precisa de corante – está sendo plantado no Rio Grande do Norte e que em pouco tempo voltará a ser destaque na produção agrícola.  

Saldanha disse ainda que este ano a Ceasa – Central de Abastecimento do Rio Grande Norte – passará por uma transformação com a finalidade de beneficiar a quem faz compras e quem comercializa no local, que hoje precisa de organização e uma reforma. Na questão pesqueira, Saldanha informou que já iniciou as conversas com a Ministra da Agricultura, Teresa Cristina, para que o governo federal passe o controle do terminal para o Estado.

AgoraRN

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: : Yago S.

imagem-logo