domingo, 7 de abril de 2019

Em Harvard, Fátima participou de mesa de debates sobre os caminhos da Educação no Brasil

Na participação que fez no Brazil Conference at Harvard & MIT, neste sábado, na Universidade de Harvard, em Boston, nos Estados Unidos, a governadora Fátima Bezerra falou sobre “Caminhos para uma educação pública de qualidade”.  
Fátima formou mesa de debate com o ex-secretário executivo do Ministério da Educação, Luiz Antonio Tozi, a professora paulista que desenvolveu método de ensino de tecnologia com equipamentos coletados no lixo, Débora Garofalo, e Paula Lozano, professora de Harvard/Stanford e da universidade Diego Portales, no Chile.  O debate foi mediado por Julia Callegari.  

A indefinição de prioridades para a educação no Brasil em 2019 e os desacertos na equipe nomeada para a gestão do MEC, que em apenas três meses sofreu 14 substituições e o ministro está ameaçado de cair, foram lembrados.  Sobre o MEC, a governadora lembrou a Emenda 95, que limita os gastos nas áreas sociais à inflação do ano anterior.  

“Isso praticamente congela os gastos nas áreas sociais por 20 anos. Educação não pode ser encarada como gasto, mas sim como investimento”, disse a governadora em sua participação, quando também demonstrou preocupação com a PEC que será enviada ao Congresso visando desvincular as receitas gerais da União.  

“A desvinculação geral das receitas orçamentárias vai de encontro ao que existe hoje quando 25% de tudo que é arrecadado pelos estados e municípios, tem que ser destinado à Educação”, disse a governadora que participou do Brazil Conference assim como os governadores do Ceará, Camilo Santana; do Rio de Janeiro, Wilson Witzel; de Minas Gerais, Romeu Zema; e Flávio Dino, do Maranhão.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: :

imagem-logo