sexta-feira, 10 de maio de 2019

Jovem umarizalense precisa de doações para fazer cirurgia e não perder a visão!

O povo umarizalense já é conhecido pela solidariedade. Sempre que alguém passa por alguma dificuldades, é comum ver a população se unir em prol da causa e colaborar com a situação. Mais uma vez a comunidade vai ter a oportunidade de ajudar, dessa vez através do caso do jovem Daniel.  
Daniel Bessa Paiva vai precisar da solidariedade da população pra não perder a visão. O jovem de apenas de 16 anos foi diagnosticado ainda na infância com ptose palpebral e precisa fazer uma cirurgia para resolver o problema. Só que o procedimento custa R$ 3 mil reais e a família dele não tem condições de arcar com esse valor.   

Com essa situação, sua mãe, Betânia Bessa começou uma campanha no rádio e nas redes sociais. Ela tenta levantar o valor para que o filho passe pela cirurgia o quanto antes. Ela inclusive criou uma vaquinha online para receber contribuições. (Link no final).  Daniel já nasceu com a doença. Betânia procurou um médico que diagnosticou a doença e informou da necessidade da cirurgia. Quando completou 4 anos, o procedimento foi feito, mas ele não ficou 100% curado e surgiu a necessidade da nova cirurgia.  

“Ele agora precisa fazer uma cirurgia chamada blefaroplastia. Caso não faça ele pode perder a visão. Preciso de ajuda, por favor”, pede Betânia.  Para fazer uma doação financeira a ajudar Daniel, basta acessar o site da vaquinha que sua mãe criou na internet. É possível colaborar também fazendo depósito direto na conta de Betânia (Número no final). 

O gesto solidário também pode ser feito pessoalmente, bastando entrar em contato com a mãe de Daniel.  O que é ptose palpebral?  A ptose palpebral ou “pálpebra caída” ocorre quando a pálpebra superior fica “descida” em relação ao normal, cobrindo de uma forma excessiva a córnea, podendo interferir com a capacidade de visão em alguns casos. 

Em outros casos, pode não existir interferência com a capacidade de visão, existindo no entanto uma preocupação com o aspeto estético.  A ptose palpebral unilateral, afetando apenas uma das pálpebras (esquerda ou direita), descrita, muitas vezes, como “uma pálpebra mais caída que a outra” é a situação mais frequente, podendo afetar pessoas de ambos os sexos e em qualquer idade. As “pálpebras caídas” nos dois olhos ou ptose palpebral bilateral, apesar de ser uma situação menos frequente também pode ocorrer.  

A ptose pode ser pouco perceptível (ptose palpebral leve), em alguns casos pode a ptose ser mais moderada e em algumas situações mais graves pode a pálpebra descer até ocluir a pupila. O grau de ptose é muito importante para além de poder interferir com a visão, pode provocar danos irreversíveis (ambliopia).

Link do site da vaquinha online para fazer doações:


Conta no Banco Bradesco:

Betânia Maria Bessa Paiva
Agência: 58734 conta: 00045322

Telefone / WhatsApp:

(84) 99817-2654

Evando Lima

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: :

imagem-logo