sábado, 11 de julho de 2020

Instituto Mauricio de Sousa já distribuiu mais de 28 milhões de revistas sobre Estatuto da Criança e Adolescente

O Instituto Mauricio de Sousa (IMS) tem produzido material informativo e educativo direcionado às crianças para que saibam de seus direitos baseados no Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA, que completa 30 anos no próximo dia 13 de julho. Assim, a revista “Turma da Mônica em: o Estatuto da Criança e do Adolescente”, editada pela primeira vez em 1993 (há 27 anos), já teve mais de 28 milhões de exemplares distribuídos neste período, por ONGs e entidades governamentais.  

Várias outras publicações do instituto também estão dentro desta linha de informações necessárias e colocadas de forma simples para que a criança tenha consciência de sua cidadania. Como o programa educacional “Um por todos e todos por um – pela ética e cidadania”, em parceria com a Controladoria Geral da União, desde 2008 e apoiado desde 2018 pelo SENAR e MEC , disseminando valores relacionados à democracia, participação social, responsabilidade cidadã e respeito à diversidade;  A revista “Viva as Diferenças”, publicada desde 2009, junto ao Instituto Meta Social, em que a personagem Tati, com Síndrome de Down, se une aos personagens já existentes, como Dorinha, que é cega, e o Luca, que é cadeirante, para ampliar a ideia da inclusão, reforçando o conceito de que cada ser é único e que ser diferente é normal.  

Além dos direitos da criança, outro projeto, como o Impacta ODS, parceria com a ONG Aldeias Infantis, desenvolvido com a proposta da ONU, chamado de “Objetivos Globais para o Desenvolvimento Sustentável”, introduz informações sobre os ODS para que haja um futuro melhor para o nosso planeta. Todos fazem parte dessa série de material lúdico e de fácil entendimento para que toda a sociedade possa desenvolver a consciência da importância de cada um na construção desses conceitos universais. 

"Portanto, o Instituto Mauricio de Sousa vem cumprindo seu principal objetivo, que é disseminar conhecimentos para contribuir com a educação para a cidadania e para a construção de uma sociedade em que haja respeito às diferenças e todos tenham oportunidade de se desenvolver", afirma o instituto, por meio de sua assessoria de comunicação.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: :

imagem-logo