sábado, 19 de setembro de 2020

RN Chega Junto: governadora entrega 637 cestas básicas na Vila de Ponta Negra

A governadora Fátima Bezerra entregou neste sábado (19) 300 cestas básicas à Associação das Rendeiras de Bilros e 337 ao Conselho Comunitário da Vila de Ponta Negra através do programa “RN Chega Junto”, criado para atender a população que teve sua renda prejudicada devido à pandemia da Covid-19. As 637 unidades foram entregues com a participação da secretária da Sethas (Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social), Íris Oliveira, e do Procurador Geral do Estado, Pedro Lopes. 

 

“Neste contexto de pandemia é dever do Estado ter um olhar especial à população mais vulnerável. Que essas cestas cheguem à mesa de vocês como um direito. Nós estamos aqui para cumprir nosso papel”, disse a governadora, na ocasião.

  

O RN Chega Junto é um programa da área da assistência social que integra e dialoga com a segurança alimentar. No âmbito da política da assistência social há várias seguranças que o Estado, em qualquer nível de governo, precisa assegurar. Uma delas é a da sobrevivência. O Governo do Estado, diante desta pandemia, já em março, tomou a decisão de aportar recursos aos municípios para beneficiar as pessoas em situação de vulnerabilidade que sofriam os impactos da pandemia, em decorrência da exigência do isolamento social que acarretava perda de renda.


“No momento que se tem dificuldades de sobrevivência, o Estado precisa chegar junto para assegurar as necessidades de sobrevivência das pessoas. E foi isso que o Estado fez, destinando R$ 3,5 milhões aos municípios para que atendessem, com benefícios eventuais, a população que tinha dificuldades de sobrevivência em face da pandemia. Nesse momento, o governo entra numa segunda fase desse apoio”, declarou a secretária da Sethas, Íris Oliveira.  


A entrega de 20 mil cestas básicas ocorrerá de até o dia 30 de setembro, beneficiando 126 entidades em 31 municípios do RN. A ação já atendeu a trabalhadores da área do turismo como balseiros, bugueiros, ambulantes e Conselho Comunitários de Genipabu, além das rendeiras e do Conselho Comunitário da Vila de Ponta Negra. Atenderá pessoas como Josinaldo da Silva, morador da Vila e vendedor de ostras na praia, que estava há quatro meses sem renda.  “Saber que vamos ter o que comer é uma tranquilidade. Assim a gente tem gás para continuar correndo atrás do sustento”, contou.  


“As moradoras da Vila, nossas rendeiras, são idosas e estão sem renda. Do mesmo jeito está grande parte da comunidade da vila que tira seu sustento da praia, do turismo que ainda está praticamente parado com a Covid-19. Então essa entrega de cestas é fundamental para nós”, falou Maria Maré, coordenadora da Associação das Rendeiras da Vila.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: :

imagem-logo