sábado, 12 de dezembro de 2020

Governo entrega 10 novos leitos de UTI no Hospital Maria Alice Fernandes

A governadora Fátima Bezerra inaugurou 10 novos leitos de UTI no Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, no Parque dos Coqueiros, zona norte de Natal. A unidade é referência no atendimento pediátrico de média e alta complexidade para todo o Rio Grande do Norte. O investimento foi de R$ 5,3 milhões na reforma e ampliação, com recursos provenientes do Governo Cidadão, via empréstimo com o Banco Mundial, e da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).  

A UTI foi nomeada “Maria de Fátima Martins de Araújo”, enfermeira dedicada da unidade há 20 anos. A servidora foi homenageada por todos com muito carinho e reconhecimento durante a visita ao hospital.  

A nova ala é exclusiva para o tratamento da Covid-19. Os leitos de UTI do hospital estavam fechados há 3 anos, e na atual gestão estão sendo reabertos, reformados e ampliados.  

“A gente entregando hoje esses dez leitos de UTI, que se somarão a mais 20 leitos de UTI neonatal que vamos entregar também, significa respeito e compromisso com a vida do povo do Rio Grande do Norte. Não podíamos ficar indiferentes à situação das UTIs fechadas. Hoje, na condição de governadora, quero dizer que valeu o sonho e a luta”, disse Fátima Bezerra.  

A obra está 100% concluída e abrange a construção de um bloco para implantação das UTIs Pediátrica e Neonatal. Na sequência, serão reabertos mais 20 novos leitos de UTI Neonatal. A contratação de profissionais, especialmente de médicos neonatologistas está em trâmite para colocar os demais leitos para funcionar.  

“O estado do Rio Grande do Norte vivenciou por muito tempo a judicialização por leitos de UTI. Hoje o governo estadual investe em estrutura e equipamentos, também em contratação de pessoal e qualificação constante. Apostamos que é possível ser diferente, pois é um governo que tem um olhar diferenciado para o nosso SUS-RN”, disse a secretária-adjunta de Saúde Pública, Maura Sobreira.  

A diretora geral do hospital, Suyame Ricarte, lembrou da importância desse cuidado do Governo com a saúde pública do estado: “As crianças com Covid-19 ou suspeitas de estarem com a doença e que precisavam da saúde pública estavam totalmente desassistidas. Agora, com os investimentos do Governo, temos como cuidar destes casos com uma equipe aguerrida e em um local totalmente adequado e moderno”.  

Outro detalhe dessa inauguração foi que oito apenados do Presídio Estadual de Parnamirim (PEP), todos do regime fechado e com bom comportamento, trabalharam extramuros na unidade hospitalar, realizando a manutenção predial, hidráulica, elétrica, além da limpeza permanente da área externa. Eles capinaram os arredores do prédio do hospital, revitalizaram um espaço de convivência, reformaram o necrotério e pintaram boa parte das paredes externas. Recentemente, construíram um acesso coberto para garantir a passagem de pacientes, profissionais de saúde e deficientes físicos à nova instalação da clínica médica. Todo trabalho foi acompanhado de perto pelos policiais penais do Grupo de Escolta Penal (GEP), Departamento de Operações Táticas (DOT) e Gabinete de Segurança Institucional (GSI).    

INVESTIMENTOS  O Governo do Estado empenhou, até meados de novembro, R$ 236,8 milhões no combate à pandemia  

Investimentos foram para leitos, compra de material médico hospitalar e laboratorial, medicamentos e material de limpeza e outros insumos, contratação de pessoal, plantões médicos, entre outras ações.  

Esse valor está dentro do Fundo Estadual de Saúde de orçamento destinado ao enfrentamento do novo coronavírus e que envolve verbas estadual, federal e advinda de doações.  

“Queremos aqui ainda acrescentar que no contexto dessa pandemia instalamos uma rede de mais de 600 leitos. Isso equivale a seis hospitais de campanha. Isso não é por acaso, não é milagre, é gestão. Gestão feita com responsabilidade, com determinação e com compromisso. Investir no SUS nos permite agora ter mais mobilidade e garantia de reverter esses leitos à medida que se faça necessário”, completou a chefe do Executivo estadual.  

No Hospital Maria Alice Fernandes, além dos leitos, também foram adquiridos equipamentos e materiais. Os investimentos feitos servirão para o Programa Estadual intitulado “Mais Cirurgias, Mais Saúde”, que retoma as cirurgias eletivas que estavam suspensas desde março devido à pandemia. Somente nos meses de outubro e novembro, mais de 200 cirurgias – uma média de 60 por semana – foram realizadas no Maria Alice, em pacientes de todo o Rio Grande do Norte.

Foto: Sandro Menezes / ASSECOM-RN
 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: :

imagem-logo