sexta-feira, 25 de junho de 2021

OPAS destaca avanço da Sesap no enfrentamento à pandemia em devolutiva da visita ao RN

Equidade, transparência, integração, reflexão e efetividade foram palavras de destaque durante a semana em visita da Organização Panamericana de Saúde, Opas juntamente com a equipe do Ministério da Saúde ao Estado ao Rio Grande do Norte. Desde segunda (20) até hoje (25), as equipes fizeram reuniões para compreender o processo de enfrentamento à pandemia no Estado, além de visitar hospitais como o João Machado e Giselda Trigueiro, na busca de dialogar e compreender as ações de combate à Covid-19 no território.  

A última visita foi em novembro, quando foram traçadas algumas metas em conjunto com a equipe da Sesap e foi possível constatar hoje o avanço do Estado em todas as ações, incluindo assistência, atuação da Atenção Primária à Saúde, regulação, estrutura hospitalar, integração da equipe.  

Na devolutiva que ocorreu durante a manhã desta sexta-feira (25), a equipe da OPAS destacou os pontos positivos, as boas práticas e alguns apontamentos que merecem atenção para a continuidade de um trabalho cada vez mais transparente e assertivo, como são os objetivos da secretaria desde o início da pandemia.  

A transparência e agilidade nos dados através dos sistemas Rnmaisvacina, Regula RN e SUVEPI e a parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, além da atuação da Atenção Primária à Saúde, estruturação do LACEN, instalação do Projeto Território em Movimento Contra a Covid, a importância do Inquérito Sorológico no mapeamento da pandemia, Acesso regulado para Covid, instauração do gabinete de Crise de serviço, Parque tecnológico, Práticas de preocupação com a saúde dos trabalhadores, estruturação de leitos regionais e a transformação do Hospital João Machado foram alguns dos tópicos relevantes durante a visita.  

De acordo com a Secretária Adjunta Maura Sobreira, a visita traz um espaço para reflexão das práticas e alinhamento cada vez mais forte de toda a caminhada no enfrentamento à pandemia. “A gente vem em um esforço para garantir a sustentação dessa rede, trazendo a centralidade em defesa da vida. Essa semana foi fundamental para refletir sobre nossas práticas. E quando olhamos para trás, ficamos felizes quando visualizamos uma série de avanços. 

Cada vez mais conscientes da oportunidade de melhorias com parcerias como os conselhos, educomunicação, processos que envolvem a população com o engajamento para um enfrentamento cada vez mais coeso e preciso”, afirmou a secretária.  Entre os pontos levantados está o esforço do estado em fazer a integração com os municípios e a transparência da atualização semanal do indicador composto para ajustes das medidas de contenção. O aumento da capacidade do Lacen, em termos de capacidade de resposta foi outra percepção durante a visita. 

“Percebemos ao longo da semana que o Lacen tem um papel fundamental no esforço hercúleo que o próprio laboratório faz para dar resposta à população e ao estado de maneira ágil e eficaz”, disse Rodrigo Said, consultora da OPAS.  Quanto às ações relacionadas às vacinas no Estado, a OPAS destacou a importância da pactuação da CIB(Comissão Intergestores Bipartite), a implantação da Câmara Técnica de Vacina, pontuando sobre a exitosa integração dos atores no território. Além disso, a estruturação da Rede de Frio Estadual, apoio aos municípios e a relevância da tecnologia e a percepção da importância dos equipamentos na celeridade da imunização.  

“O avanço da vacinação no Estado só é possível com o diálogo constante com os municípios. Por isso, prezamos sempre pela transparência e a parceria com o sistema Rnmaisvacina para avançar cada vez mais. Esse é o momento de refletir e organizar para melhorar sempre, com base no esforço de conseguir vacinar a população do RN”, disse Lyane Ramalho Subsecretária de Planejamento e Gestão da SESAP.  

Desafios  

Ampliação, habilitação e regionalização das UTIS Covid é um dos princípios no enfrentamento à pandemia, reconhecido pela equipe da OPAS e do MS como exitoso no estado do Rio Grande do Norte. “Mesmo com todo cansaço, o estado tem procurado alternativas muito importantes para o avanço e a contenção da pandemia nessas e em outras frentes”, disse Said da OPAS.  

A implantação ambulatório Pós-Covid é um desafio para o país inteiro, visto que existem muitas pessoas que passaram pela doença e necessitam de assistência. Com a finalidade de acompanhamento e reabilitação dos pacientes acometidos por Covid-19, pós alta hospitalar, a SESAP iniciou o atendimento ambulatorial pós-Covid nos Hospitais Rafael Fernandes, Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes e no Centro Especializado em Reabilitação, CER. Esse foi um dos pontos de atenção levantado tanto pela equipe da Sesap como pela equipe da Opas e do Ministério da Saúde.  

Os ambulatórios contam com equipe multiprofissional e atendem exclusivamente pacientes pós alta hospitalar encaminhados através de agendamento prévio por hospitais no momento da alta, ou por unidades de saúde dos municípios. A reabilitação motora e respiratória, além de outras especialidades será realizada no CER com atendimento presencial ou por teleatendimento. A SESAP também conta com o apoio do Departamento de Fisioterapia da UFRN para treinamento de profissionais da rede própria e municipal.  

Governo do RNSESAP
 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: :

imagem-logo