segunda-feira, 11 de outubro de 2021

AGORA VAI: Xuxa chama Bolsonaro de genocida e faz apelo: “Assinem já o impeachment”

A apresentadora Xuxa Meneghel voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro neste domingo (10.out.2021) ao lamentar as mais de 600 mil mortes por covid-19 no Brasil e ao comentar o fato de o chefe do Executivo ter sido impedido de assistir a jogo em São Paulo por não estar vacinado contra o coronavírus.  

Xuxa atribuiu a Bolsonaro a culpa pelo avanço da pandemia no país ter atingido mais de 600 mil mortes e questionou aos que defendem o presidente: “Quando as pessoas vão ver que estão sendo enganadas?”.  

Bolsonaro havia dito que foi impedido de assistir ao jogo da 25ª rodada do Brasileirão do Santos contra Grêmio na Vila Belmiro, em Santos (SP), por não ter se vacinado. Irritado, questionou: “Por que isso? Eu tenho mais anticorpos do que quem tomou a vacina. Por que cartão, passaporte da vacina?”. Em seu perfil no Instagram, Xuxa respondeu ao questionamento de Bolsonaro e disse que quem não cumpre as regras sanitárias “é genocida”.  

“Eu lhe respondo porque sr. Presidente, porque estamos em uma pandemia, porque a lei serve para todos, porque assim protegemos as pessoas, porque já morreram 600 mil pessoas, porque precisamos seguir o que os cientistas, médicos e a organização mundial da saúde pede e exige a todos no mundo porque… quem não faz isso, não segue as regras mundiais é genocida”, disse.  

A apresentadora disse que apesar da sua fala, há ainda gente que vai querer argumentar contra as medidas sanitárias para conter a pandemia. Ela pediu para que essas pessoas deixem de seguir seu perfil na rede social. Já àqueles que concordam com ela, ela pediu: “Assine o impeachment agora”.  

Poder 360
 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Desenvolvido Por: Editado Por: :

imagem-logo